01 agosto, 2009

o templo dos sonhos


the unforgiven way
© final toto


visito por instantes esse templo
do tempo que guarda rastos de areia e vento
nele há gotas de orvalho e de um sono antigo
transparecendo como velas do desejo

há um templo que me acolhe
como um anjo que na neblina formula gestos
numa barca que ondula no silêncio

há toda uma dança cujo sabor me antecede
quando sonho com a poalha das marés
onde o movimento se esbate

e prolongo os braços na indizível matéria
onde o mastro é agora templo do corpo
que me sonha


Gisela Ramos Rosa, O Templo dos Sonhos, poema publicado na Antologia de Poetas Contemporâneos, Entre o Sono e o Sonho II, Julho de 2009

10 comentários:

Fa menor disse...

Muito bonito!

Estou ansiosa por ter em mãos a Antologia.

Beijinhos

JMV disse...

...ah,e parabéns!
um beijinho

Luísa disse...

Extrema sensibilidade e bom gosto neste teu templo, mesmo sem tempo!

Beijinho terno!

ellen disse...

Bravo, bravo :)
Lindo poema Gi...

Já estou de férias amiguita e super contente por estarem a ser tão desejadas... amanhã vou até à Vila e fico uma semana!

Beijinhos e tem um bom domingo

pin gente disse...

muito bonito!
os meus braços prolongam-se em abraços.

luísa

El Viejo @gustín disse...

Gi.
Hermoso, sos un manantial de expresiones, bellas, autenticas...
Que Mujer!!!!
un beso Amiga.
y gracias x tu aliento

El viejo

Gisela Rosa disse...

fa menor, também gostei de participar na antologia. Espero-a! Obrigada pelas palavras e um abraço,


JMV, uma mirada em férias....obrigada!

Luísa, aprendo com o meu tio António a estar fora do tempo e assim me tento olhar a mim e ao mundo com emoção....um beijinho de agradecimento


ellen fala de mim à tua mãe e ao teu pai, diz-lhes que gosto muito deles. obrigada pelas tuas palavras. um beijinho com a nossa infância



Pin gente, acho que a vi no lançamento da antologia. Reconheço-a. Não pude ficar até ao fim....obrigada pelas palavras, um abraço,


Viejo, muchas gracias por tu sensibilidad. fico con un sorriso envergonhado. Un abrazo

Carmo disse...

Também eu dou por vezes a visitar o templo dos sonhos.

Magnifico


Beijinhos

Carmo

Marta disse...

quando regresso, de[moro] nas palavras e nas imagens,
margens de bem estar.aqui.

tão lindo, Gisela! parabéns.

beijo

Ana Alice disse...

Gostei muito. Parabéns.