23 maio, 2009

sou para ti uma língua que respira


Keith Haring, acrilic on canvas, 1984


Gisela tu és filha da terra e irradias
pelo desejo de
seres um astro vivo de uma sede singular
imaginária no teu sangue enevoado
imediata pela ferida verde da tua voz
e pelo verbo
de uma serpente esguia
que une o sentido
à inocência longínqua de um incerto enigma

Gisela
o poema é uma estranheza
uma diferença extrema e indiferente
entre um grito e uma sombra
o esplendor de um fruto de um rio branco
em cada palavra o timbre de uma pedra
o indivisível timbre de uma pedra
e a chama de um vento de uma sede irreparável

António Ramos Rosa, Vasos Comunicantes Diálogo poético com Gisela Rosa, p. 40, 2006


* o título deste post é um verso de António Ramos Rosa, Vasos Comunicantes, p. 102.

10 comentários:

Marinha de Allegue disse...

Unha lingua que respira chea de enerxía e luz...

Unha aperta Gisela Rosa.
:)

Graça Pires disse...

A chama de um vento de uma sede irreparável. Só um poeta grande pode defini-la assim...
Um beijo enorme.

Gisela Rosa disse...

Marinha de Allegue,
que bom receber a sua leitura, a sua língua provoca-me e dou comigo a exercitá-la mentalmente, Unha aperta!


Graça, este poema também poderia ser para si! Um grande beijinho e obrigada!

Nuno G. disse...

gostei muito do teu blog... vou andar por perto ;)

(www.minha-gaveta.blogspot.com)

alice disse...

o inconfundível timbre de um poeta, gisela. belíssimo. um beijo e bom domingo.

Henrique Dória disse...

As palavras do teu tio são tu, sol e céu sempre nascentes.
Beijos
Vai ao odisseus ler a minha homenagem ao João Bénard da Costa

Gisela Rosa disse...

Nuno serás sempre bem-vindo! Obrigada pelo cmentário. Um abraço.


Alice, de novo lhe agradeço a sua vinda até aqui, obrigada pelas palavras. Os poemas do meu tio são enigmáticos...


Obrigada Henrique. Acredito no Sol nascente...um abraço e obrigada.

mariab disse...

o cunho absolutamente inimitável das palavras de um grande poeta. enorme.
beijos

Marta disse...

Gisela,

obrigada :)!


absolutamente lindo.

beijinho

Gisela Rosa disse...

mariab obrigada pela sensibilidade. beijinho


Marta, bela visita a sua! Um beijinho