10 janeiro, 2009

Na janela do tempo

Desenho de António Ramos Rosa, folha branca A4, caneta tombo azul, 2005

Toute porte a pour gardien un mot (mot de passe, mot magique)

Edmond Jabès


A mulher que escutas na janela do tempo
lavra a dor com um vibrante sorriso interior
cantando a melodia do não dito
com a língua dos silêncios encontrada

a chama desse corpo aceitou o infinito azul
e renasceu com a magia de um templo antigo
quebrando os muros com a subtil harmonia dos anjos
e se nos seus dedos vislumbras o azul e em seus olhos uma ferida viva
dir-te-ei que o sorriso transmutou a dor ao encontrar-te
na unidade originária dos poemas
na bondade nua que nutres com as mãos

e a janela solitária entreaberta revelando o ar
é agora uma porta aberta para o mar
descobrindo a magia do tempo horizontal

Gisela Rosa, Vasos Comunicantes, diálogo poético com António Ramos Rosa, p. 21, 2006

9 comentários:

Anónimo disse...

Palmela Residential Customers DISSE

o nome da rosa
ele nunca o soube

Gisela disse...

caro anónimo, deixo-lhe estes versos:

"esboço um sorriso
com a delicadeza dos traços
um cavalo branco cavalga nesta página"
Vasos Comunicantes, p.81


obrigada por ter aparecido!

Victor Oliveira Mateus disse...

"o sorriso transmutou a dor ao encontrar-te"... um livro que expressou um encontro. Um encontro
e um desabrochar-outro... feliz,
claro!
Abraço, Gisela!

Gisela Rosa disse...

Obrigada Victor pelas palavras certeiras. Volta sempre um abraço amigo!

Vivian disse...

...que encanto de canto!

muahhhh

Gisela Rosa disse...

...Vivian muito obrigada por sua expressão tão espontânea e pela sua visita! Eu me sinto uma criança que descobre o espaço neste espaço e espero ser assim toda a vida em todo o espaço....

vou ver seu lugar! Gisela

Graça Pires disse...

A melodia do não dito, dos silêncios, da magia, da harmonia dos anjos... Consigo escutá-la, Gisela. Um belo poema.
Beijos.

Gisela Rosa disse...

Eu sei Graça, há essa empatia da percepção na escuta...obrigada pela visita, sempre!

myra disse...

mais beleza!!!!! poema e desenho!!!
vc. é incrivel e teu tio tambem!!!
beijossssssssssssssss