31 dezembro, 2009

um primeiro olhar - "tudo o que ele queria era viver e voar..."*



the Wall
© holger droste



encontro nos muros um impulso de asa
quando neles imprimo um primeiro olhar


Gisela Ramos Rosa



* Parte do título desta edição é da autoria de Iracema Caingang contista de contos indígenas (ver aqui)

a autora, no comentário a esta edição escreveu o seguinte:
"...parece o passarinho do meu conto, tudo o que ele queria era viver e voar..."

13 comentários:

iracema forte caingang disse...

LINDO!!! PARECE O PASSARINHO DO MEU CONTO.Tudo o que ele queria era viver e voar....

FELIZ 2010

myra disse...

lindooooooooooooooooooo!!!!!!
feliz dia do começo deste ano que espero seja bem feliz para voce e o mundo inteiro!!! precisamos Paz e saude, é assim nao?
beijosssssssssssssss

entremares disse...

O primeiro olhar... é como o primeiro despertar, o primeiro sonho.
Tudo é azul.

Façamos por que continue sempre assim...

Um excelente 2010 para ti.
Rolando

iracema forte caingang disse...

Obrigada Eliana,O COnto Um Pássaro mão,esta esta no meu blog.
Beijos

iracema forte caingang disse...

Querida amiga, aquela frase foi um acidente, que bom que gostastes e destes uma dimensão ainda maior
abraços.
Obrigada

Gisela Rosa disse...

Iracema, obrigada


O meu nome é Gisela. Um beijo.



Myra, sempre consigo no espírito da criação...Um beijinho e tudo...


Entremares, o primeiro olhar não tem fronteiras.....Um grande abraço em 2010


A todos

João Menéres disse...

Sem obstáculos não há vitórias dignas desse nome.

Por isso, as aves têm asas.
Por isso, o HOMEM tem mente.

Um beijo deste teu fã.

dade amorim disse...

poema e imagem se completam lindamente, Gisela.
Que o ano que começa seja assim, cheio de voos e de alegria.

Beijo

Gisela Rosa disse...

Sim João é a cabeça que permite transpor os obstáculos....As grandes asas que perdemos transformaram-se...

Obrigada um beijinho


Dade, que bom tê-la por cá, obrigada pelas palavras, um abraço com asas.

ellen disse...

Que fofura de imagem...

e que este novo ano ainda muito bébé, seja replecto de coisas boas e também de muita saúde.

Beijinho grande

iracema forte caingang disse...

Obrigada Gisela!! Sem querer apaguei a primeira versão do conto UM PÁSSARO NA MÃO,do meu blog. Hoje observei erros no conto,fica quieta risos e a quarta versão.
BEIJOS

Carmo disse...

Feliz Ano Novo Gi.

voar, voar, mas por vezes há quem lhe tolha as asas.

Também nós voamos nem que seja em sonhos. Vale sempre a pena voar.

Beijinhos

Carmo

betina moraes disse...

gisela,





a sensibilidade com que você trata uma ideia me deixa encantada. você tece com as palavras imagens primorosas!






parabéns!





(também por apresentar-nos iracema!)







grande abraço!