26 abril, 2009

La mer


Na direcção do Mar, fotografia de Gisela Rosa, Abril de 2009.


Homme libre, toujours tu chériras la mer.

Charles Baudelaire (1821-1867)

20 comentários:

PAS[Ç]SOS disse...

Porque ele te oferece a ilimitação da liberdade.

Gisela Rosa disse...

É isso Passos, esse horizonte, esse poder sem limite que o desejo quer alcançar...um abraço, obrigada, Gisela

JMV disse...

Que foto...parece um bordado.


um beijinho

Gisela Rosa disse...

JMV, obrigada. De facto parece uma manta bordada de flores que se abrem em direcção ao sol e ao mar...Um beijinho

alice disse...

:) é muito bom vir aqui, gisela. o mar parece entrar na matriz dos sonhos e apetece levar as flores ao seu Tio :) um grande beijinho.

Gisela Rosa disse...

alice já não conseguiria viver sem olhar o mar e junto a ele encontro por vezes flores da época como estas que resolveram tocar-me a horizonte...
um beijinho e obrigada pela beleza das suas palavras.

vaandando disse...

toujours la mer ! La mer ...

abraço

Gisela

Gisela Rosa disse...

vaandando...toujours le desir de la mer...
abraço (e obrigada!)

adelaide amorim disse...

Parabéns pela foto, GIsela, é lindíssima.
Beijo!

simplesmenteeu disse...

Pudesse eu, trazer as cores e o recorte destas flores para dentro do meu olhar.
Pudesse eu, buscar essa linha que se perde no horizonte, onde mar e céu se oferecem num abraço.

Vim descobrir e vou ficar.
Obrigada por este espaço onde os olhos se recriam e a imaginação se liberta.

Um beijo

Gisela Rosa disse...

Adelaide a fotografia magnetiza-me, permite fixar o meu olhar...

Um beijinho e obrigada!


Simplesmenteeu, adorei o seu comentário, deste contraste de três horizontes (o chão florido, o mar, e o céu...obrigada, fico muito feliz por saber que se sentiu bem aqui. Um beijinho este espaço é seu!

Graça Pires disse...

Longe do mar envelhecemos mais depressa... Uma belíssima fotografia, Gisela. Um beijo.

Marta disse...

uma bela ponte entre dois mundos.
obrigada por saber olhar assim, Gisela.
um beijinho

Gisela Ramos Rosa disse...

Graça, o mar é líquido...
beijinho



Marta

"nas margens do rio imaginando pontes" (Daniel Faria)

Beijinhos

romério rômulo disse...

gisela:
obrigado pela citação.
romério

Gisela Rosa disse...

Não me agradeça Romério, tem alma nessa citação! Um grande abraço

Vieira Calado disse...

Sá falta a música de Debussy...


Beijinhos

Gisela Rosa disse...

Concordo Vieira Calado! Muito obrigada pela sua visita a este espaço! Um abraço poético.

casa da poesia disse...

"quando rebenta a corda do alaúde
há sempre forma de a consertar.
Quando se despedaça um coração
não há modo de o reparar."

Bai Juyi...para ti...e para o Baudelaire!!!!

firmina12 disse...

vir aqui é como ir à minha infância: trago tudo o que aprendi dentro de casa