08 março, 2009

Essa condição de seres forma

Fotografia de Nuno Abreu, em http://olhares.aeiou.pt/mulher_foto530152.html



Mulher essa tua condição de forma
esse teu estado perene de seres a flor
de um outro ser
essa potência que no teu interior geras
espelha o mundo em movimento

tua pele serena e macia lembra os nenúfares
que flutuam num cíclico rio
vestes o traje branco da mudança
depois de um arco-íris metamorfosear o teu corpo
com as raízes e a profundeza dos rios

Mulher dessa condição de seres Terra
brotam imagens rostos de uma flor ou de uma pedra
um arco de fogo iluminando a areia o tempo
o vigor genésico de um fruto antigo


Gisela Rosa
2007

9 comentários:

Graça Pires disse...

A condição de ser forma. A condição de ser terra. Para termos "o vigor genésico de um fruto antigo"...
Belíssimo Gisela, acompanhado de uma foto lindíssima.
Um beijo e bom dia da Mulher.

Pedro S. Martins disse...

muito bom. as formas não são condições. E vice-versa.

Gisela Rosa disse...

Graça, muito obrigada pelas suas palavras poéticas. Um grande abraço



Pedro a forma (in)condicional onde se geram os seres (meta)mórficos... obrigada pelo seu comentário!

Te disse...

PARABÉNS, para nós... "condição de seres Terra". Linda!!! Um abraço para uma grande mulher

Gisela Rosa disse...

Obrigada Te!

SOMOS! Um grande abraço de inspiração!

adelaide amorim disse...

Belo poema e bela imagem, Gisela.
Um beijo pelo Dia da Mulher.

JMV disse...

Perfeita a escolha.

um beijinho

alice disse...

li e reli este poema, gisela. os meus parabéns, humildemente... um grande beijinho.

Gisela Rosa disse...

Adelaide, muito grata por sua apreciação e ao ver o seu nome me lembro de novo do "cheiro" que seus livros ganham com o tempo...Com carinho



JMV, Obrigada! Queria dizer-lhe que gosto muito da fotografia da laranjeira! É linda!


Alice as suas palavras são sempre "de dentro"...obrigada!