01 março, 2009

Os arabescos do tempo

Desenho de Gisela Rosa, tinta da china em papel , 2009


Desenho rosas
para esboçar um canteiro de grafites
caminho com os arabescos do tempo
a chave a areia o vento o vidro
e encontro os veios do fogo
que me eleva ao canto da forma
animo o torno e os triângulos nascem
numa espiral de pétalas em tons de rosa

Gisela Rosa, Vasos Comunicantes (2006, p.45)


12 comentários:

O'Sanji disse...

Gisela
Mais uma vez, estes traços fortes impressionam.
"Caminham com os arabescos do tempo"!
Beijo e bom domingo.

JMV disse...

Passo por cá às vezes :)

Gosto da ideia de "um canteiro de grafites".

um beijinho

Gisela Rosa disse...

José! obrigada por estas palavras! Fiz este poema com a imagem de um quadro de Paul Klee com imensas rosas que me sugeriram grafites, este poema nasceu daí! Obrigada pela visita, um abraço, Gisela

Gisela Rosa disse...

O´Sanji!
De novo os traços! Hoje mostrei alguns dos meus desenhos ao meu tio, ele ficou perplexo, gostou muito e disse-me que pareciam nascer dos desenhos dele. É possível que a minha proximidade aos desenhos do poeta me tenha feito aqui chegar. Um beijo!

adelaide amorim disse...

Seu traço é forte e fala a quem o vê, Gisela.
Uma boa semana e um beijo.

Graça Pires disse...

"Desenho rosas
para esboçar um canteiro de grafites". Um belo começo que nos dá desde logo a força do poema.
Um beijo, Gisela.

Gisela Rosa disse...

Obrigada pela força Graça, das suas palavras Graça! Um grande abraço,
Gisela

Gisela Rosa disse...

Adelaide, muito obrigada pela sua apreciação sobre os meus traços,o seu eco é precioso para mim. Um grande abraço, Gisela

alice disse...

apesar de estar longe e sem muito tempo para a net, vim visitá-la com agrado. gostei sobretudo de ler :) um abraço, gisela.

Gisela Rosa disse...

Alice obrigada pela gentileza da visita, das plavras! Obrigada. Gisela

Victor Oliveira Mateus disse...

Gisela,

este é um dos meus poemas preferidos deste livro:
"caminho com os arabescos do tempo (...) e encontro os veios do fogo que me eleva..."

É de uma grande riqueza não só imagética, mas também de significação...

Um abraço.

Gisela Rosa disse...

Victor, obrigada pelas tuas palavras, e pelo que que contêm! Um abraço amigo, Gisela